ironias do inconstante

sinto-te. não uma daquelas sensações inequívocas, mas algo difusas no campo de actuação, tal como aquela expressão do “nada se perde, tudo se transforma”. Nada concreto, nem preciso de o ser. Basta a presença da sensação. no entanto era algo oblíquo, digamos. A  não-linearidade dispersava-se no espaço e no tempo à medida que a dor associada se tornava mais latente.

Sempre foi um mistério. A dor e uma sensação difusa não parecem um par feliz. ou talvez nem seja uma questão de paridade, mas uma questão de concordância. que dizer disto? não sou lacónico. sou algo difuso. se bem que entenda a difusão num sentido de dispersão e “desvio do padrão”.

mas, pensando bem, nada foi um padrão. ou mesmo o tempo se entendido como linear nunca o é porque nunca o detemos verdadeiramente. mas, afinal, o que é que verdadeiramente detemos? a incerteza por certo…

como é bom a ironia. e, no fundo, a metáfora do esforço desmedido enquanto casamento de opostos. o paradoxo. o inconciliável. deixemo-nos respirar no caos.

sim, a par e passo, afastamo-nos do conforto em direcção à morte. inconstante sim, mas nunca por certo…

One thought on “ironias do inconstante

  1. Olá,
    Achei admirável seu blog.
    Sinceramente gostei muito dos escritos.
    Eencantei-me com eles, os deste blog e os de esquizofragmentos.blogspot
    A fantasia, o ar ignóbil, a fragilidade de cada palavra, tudo isto me encantou.

    Busquei alguma outra forma de contato, mas não o encontrei.
    Gostaria de trocar algumas ideias,
    caso também o deseje aguardo seu contato.
    Abaços.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s